Sancas de Gesso e com Led

Gesso no quarto

A composição de linhas, volume e iluminação de um teto pode ser o grande diferencial na decoração da sua casa. Uma luz indireta que dê vida ao ambiente é capaz de realçar todo o design criado para deixar a atmosfera envolvente e elegante. Uma excelente opção para esse tipo de trabalho são as sancas de gesso.

A sanca de gesso é uma moldura rebaixada do teto que, diferente do forro, o deixa visível. Existem três tipos básicos de sancas:

  • Fechadas
  • Abertas
  • Invertidas

Sancas Fechadas

As fechadas são aquelas junto à parede, com fechamento em moldura e sem possibilidade de luz indireta. As luzes são instaladas, geralmente, como pontos que iluminam o ambiente de forma direta. As abertas são aquelas que, também junto à parede, não possuem a moldura que as fecha, permitindo que se coloquem luzes dentro da sanca, de maneira que a iluminação seja refletida no teto.

Sanca Invertida

A invertida é muito semelhante à aberta, com a única diferença de que a abertura fica voltada para a parede, ao invés de estar para o centro do cômodo. Neste tipo é possível utilizar a luz direta ou indireta, seja por spots ou mangueiras de luz, dependendo do que se pretende realçar e qual o objetivo da iluminação desejada.

Os formatos de sancas são variados e a diversificação está cada vez maior. Sejam retilíneas ou curvilíneas, com iluminação direta ou refletida, elas são ótimas opções para qualquer tipo de ambiente, quarto, sala de jantar, sala de estar e até escritórios em casa ou do trabalho.

O que está cada vez mais em alta, é a utilização de LED na iluminação dos ambientes. Com as sancas é possível criar uma infinidade de formas e texturas com esse tipo de luz. Além dos spots, as mangueiras de LED são fáceis de encontrar para comprar e possuem um consumo de energia muito inferior às lâmpadas comuns.

Em uma sanca invertida, por exemplo, ao instalar uma mangueira de LED, pode-se aproveitá-la para destacar uma parede com uma textura diferenciada, um papel de parede ou uma cor divergente.

Em uma sanca aberta o LED trará textura e volume ao teto, mas não estará iluminando nada em especial, a não ser que exista um papel de parede no teto do ambiente, o que pode resultar em uma original e belíssima composição.

O propósito principal da mangueira não é da clarificação total do ambiente, porque sua intensidade costuma ser menor do que as lâmpadas incandescentes, ainda que possuam uma claridade surpreendente. O ideal é que, além do LED embutido nas sancas de gesso, sejam elas abertas ou invertidas, existam pontos de luz estratégicos no ambiente, que iluminem o necessário. Em uma sala de jantar, por exemplo, lustres pendentes sobre a mesa de jantar são essenciais. Na sala de estar os spots são uma boa saída. Para os quartos já não é preciso uma iluminação tão forte, desta forma abajures ao lado da cama são suficientes.

As possibilidades não tem fim, e as criações podem ser únicas e embelezadoras. Basta descobrir qual a melhor pra o ambiente que deseja decorar!

Redação

Adicionar Comentário

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.