Projetos de Casas com Fotos e Plantas

Saiba como aprovar projetos de casas e confira diversos modelos de projetos de casas modernas, casas pequenas, casas de campo e ainda projetos de sobrados.

Você sabe como são feitos, como nascem os projetos de casas desenvolvidos por arquitetas e arquitetos em todo o mundo?

projetos de casas

Vista Externa da Fachada Casa Cobogó. Studio MK27 (Arq. Marcio Kogan). São Paulo.

Pode parecer algo simples, desenhar uma planta de casa, setorizar os ambientes, definir onde serão as portas e janelas, propor a estrutura, mas na verdade é um processo complexo que envolve muito mais do que o invólucro que é uma casa, mas sim é um processo de pesquisa das relações de vivência dos moradores, a avaliação das condicionantes físicas, ambientais e legais.

Saiba neste post quais são as fases do projeto residencial, o que é necessário saber antes de projetar e ainda confira alguns projetos de casas prontos.

O inicio de um projeto de casa

Todo projeto de casa começa com uma boa conversa sobre como o cliente e seus familiares vivem, como eles se relacionam nos ambientes, quais são suas necessidades atuais e futuras. Por exemplo, um casal recém-casado que pretende ter filhos e irá futuramente precisar de quartos extras em casa, então o projeto pode prever essas ampliações desde o inicio do projeto da casa.

Casa família tem uma necessidade específica, principalmente no que diz respeito à importância dos ambientes, tamanho e relações espaciais entre cada ambiente da casa.

O projeto das casas tem alma, não são apenas plantas de casas, desenhos de casas em um papel, ou estruturas vazias, lembre-se de que isso irá que ser construído e que você vai morar nessa casa projetada pelo arquiteto.

Casa Ipês Estudo Preliminar

Estudo de Volumetria da Casa Ipês, Projeto do Studio MK27. São Paulo.

E quanto tempo você irá morar nessa casa? Os projetos, principalmente de casas de alvenaria ou de concreto, duram gerações, você, seus filhos, seus netos podem morar na mesma casa.

Por isso o projeto de arquitetura da sua casa tem que ser bom. E bons projetos arquitetônicos evocam sentimentos, estimulam os sentidos e propiciam conforto aos seus moradores.

Cada projeto é único, pois cada casa estará inserida dentro de um contexto único, será feita para uma família única, a sua família.

Então esqueça os projetos prontos, ou mesmo os projetos online, pois eles não irão se adaptar ao clima da sua região, não irão se adaptar ao espaço que a sua família precisa e nem mesmo ao terreno que você já tem, deixa eu te explicar o motivo de eu te dizer isso.

casa 4x30 plantas

Plantas da Casa 4X30, Projeto colaborativo entre a CR2 Arquitetos e FGMF Arquitetos. São Paulo.

Porque cada terreno tem parâmetros que estabelecem informam quantos andares podem ser construídos, quantos metros quadrados podem ser construídos de acordo com o tamanho do terreno, qual a distância de recuo da frente do terreno, afastamentos laterais, etc.

Para que você entenda melhor o que são esses parâmetros e até já de uma analisada na guia amarela do seu terreno eu descrevi os principais parâmetros de zoneamento e uso do solo.

Projetos de Casas Leis e Parâmetros

Estes são os parâmetros principais:

Taxa de Ocupação: resumidamente a taxa de ocupação refere-se à porção do terreno que pode ser ocupada com a edificação e é definida por uma porcentagem, por exemplo, 50%. Neste caso se o terreno tem 300 m² apenas 150 m² poderão ser ocupados pela edificação.

Taxa de Permeabilidade: A permeabilidade é a porção do terreno que fica livre para absorver as águas das chuvas, muito importante para evitar alagamentos urbanos e colaborar com a manutenção hídrica regional, também é definida por uma porcentagem, por exemplo, 25%. Ou seja, neste caso deve-se manter 25% do terreno permeável e o restante serão a área ocupada pela casa, calçadas e áreas de estacionamento que não são consideradas permeáveis.

Coeficiente de Aproveitamento: O coeficiente de aproveitamento de um terreno determina a área total que pode ser construída com base no tamanho do terreno, por exemplo, se o coeficiente for 2 e o terreno tiver 300 m² então pode-se construir 600 m², desde que respeitada a taxa de ocupação.

Ou seja, digamos que a tx. de ocupação seja 50% e o coeficiente de aproveitamento seja de 2 em um lote de 300 m², poderá se ocupar 150 m² do terreno e construir 600 m², ou mais ou menos 4 andares.

Recuo Frontal: O recuo frontal é a distância mínima, o afastamento que deve ser deixado entre o começo do terreno e o inicio da construção, por exemplo, um recuo de 5 metros.

Recuo Lateral: O recuo lateral geralmente está associado às aberturas (portas e janelas) na lateral da residência, então às vezes é permitido construir até o muro entre o seu lote e o do seu vizinho, mas não é permitido colocar nenhuma janela ou porta nessa parede de divisa. Caso a sua planta de casa tiver janelas nas paredes laterais, você terá que respeitar o recuo lateral, por exemplo, 2 metros de recuo lateral.

Testada Mínima: A testada estabelece a área mínima da frente de um lote, caso contrário o terreno não será considerado um lote, mas uma subdivisão de um lote. Por exemplo, testada mínima de 12 metros. Geralmente a testada mínima de um lote é de 6 metros e de uma subdivisão não é menor do que 2,5 metros, a área necessária para passagem de um carro. Mas, tudo vai estar de acordo com a legislação municipal e estabelecido lá na guia amarela do terreno.

Lote Mínimo: Novamente para configurar um lote o terreno tem que ter uma área mínima total, por exemplo, 360 m². Se o terreno for menor do que o lote mínimo estabelecido em lei esta porção de terreno será uma subdivisão de um lote.

Altura Máxima: Este é o parâmetro mais fácil, apenas define qual a altura máxima de uma edificação, por exemplo, 2 pavimentos. Outro adendo é respeitar o limite estabelecido pela anatel e aeronáutica (que é o caso de edifícios de apartamentos).

Porém, algumas legislações municipais definem também qual é a altura mínima e máxima de um pavimento, por exemplo, o pavimento não pode ser menor do que 2,2 metros e nem maior do que 4 metros, caso contrário se a altura for superior poderá contar como mais um pavimento.

Estes são os principais parâmetros, qualquer arquiteto ao fazer projetos de casas vai avaliar e desenhar todas essas condicionantes antes de definir a planta em si da casa, na guia amarela também tem o tipo de construção conforme a rua e o bairro, por exemplo, habitação unifamiliar (casa única), unifamiliar em série (condomínio de casas germinadas ou não) e outros tipos.

Existem ainda leis que estabelecem os afastamentos de cursos d’ água (rios, lagos, córregos,…) e demais parâmetros ambientais, e as Normas Técnicas Construtivas que visam melhorar a qualidade das edificações. Que são de conhecimento de qualquer arquiteto. É obrigação do profissional conhecer esses parâmetros.

Como algumas das leis são municipais, outras estaduais, outras ainda são nacionais, os arquitetos da sua região serão os mais aptos, pois conhecem as leis, conhecem o clima, conhecem as regiões, o bairro, a cultura.

E quando você contrata um projeto pronto, ou um arquiteto online, ele não irá até o seu terreno sentir como é a dinâmica do bairro, o ruído externo, as melhores correntes de vento, como o projeto vai ser bom, se nada disso será avaliado?

E pior se você espera fazer o projeto da casa sem um arquiteto, lembre-se que você não poderá averbar a sua casa, ou ainda, a sua casa não poderá ser financiada, caso você precise futuramente vendê-la. Mas, também não contratar um arquiteto para fazer o seu projeto residencial implica em atividade ilegal da profissão, ou seja, é um crime.

Como aprovar um projeto residencial na prefeitura

Para se averbar uma casa na prefeitura é preciso que o projeto arquitetônico esta esteja de acordo com todas as legislações e parâmetros construtivos, além do projeto da casa estar assinado por um responsável técnico arquiteto ou arquiteta.

casa cobogó planta térrea

Planta Térrea Casa Cobogó. Studio MK27 (Arq. Marcio Kogan). São Paulo.

Ao contratar um profissional de arquitetura para projetar uma casa a entrega das plantas, cortes, elevações e perspectivas da casa, vai estar de acordo com as fases de projeto, a aprovação na prefeitura é feita junto à entrega do projeto legal.

Fases do Projeto Arquitetônico

Então após avaliar as necessidades, fazer o levantamento dos dados e condicionantes é que o projeto arquitetônico começa a ser desenvolvido, que os primeiros desenhos começam são traçados e que o arquiteto irá entregar o Estudo Preliminar, que serão as propostas iniciais que serão aprovadas ou não pelo cliente.

São os primeiros croquis, os primeiros desenhos em escala que são desenhos técnicos mais fáceis para que o cliente possa entender.

Basicamente são estas as 6 fases do projeto arquitetônico de uma casa.

  • Levantamento de Dados e Programa de Necessidades (metragens e conversas com o cliente)
  • Estudo Preliminar (estudos iniciais, croquis)
  • Anteprojeto (desenhos na proporção, mas sem detalhamentos)
  • Projeto Legal (projeto que vai para aprovação da prefeitura)
  • Projeto Executivo (projeto que vai para a obra)
  • As Built (que é um memorial de construção e uso para o cliente).

No meio desse processo da criação de um projeto arquitetônico, o arquiteto faz a compatibilização com demais projetos elétricos, hidráulicos, estruturais, instalação de sistemas de condicionamento do ar, de automação residencial, etc. Todos esses projetos estão intrinsicamente ligados ao projeto arquitetônico.

Projetos de Casas Exemplos

Claro que nada te impede de estudar algumas plantas de casas e projetos para selecionar ideias que você acha bacana para a sua casa, aliás cabe salientar que o mais interessando em ter uma casa confortável e adequada ao seu estilo é você, então é interessante que veja alguns projetos de casas e converse com o arquiteto que irá projetar a sua casa para ver se existe a possibilidade de aplicar essas ideias ao seu projeto de casa.

Foi por isso que eu selecionei alguns projetos de casas modernas; projetos de sobrados; projetos de casas pequenas; projetos de casas germinadas e projetos de casas de campo.

Para que você possa se inspirar para construir a casa dos seus sonhos, do jeito que a sua família merece.

Veja na galeria alguns desses projetos.

3 Comentários

  1. Pingback: Plantas de Casas: O Guia Definitivo! - Arquidicas

  2. Pingback: Planta Baixa - O Guia Completo - Arquidicas

  3. Pingback: Plantas de Casas Modernas - Arquidicas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *